Seminário reúne países do Cone Sul para discutir fome e pobreza na América Latina

Seminário preparatório ao Congresso Latino Americano e Caribenho de CáritasPara iniciar o processo preparatório rumo ao XVII Congresso Latino Americano e Caribenho de Cáritas, ocorrerá de 27 a 29 de abril, em Recife (PE), o “Colombianito Cone Sul”, um seminário que reunirá representantes da entidade do Brasil, da Argentina, do Chile, do Paraguai e do Uruguai, países que compõe a Zona Cone Sul da Rede Cáritas na América Latina e Caribe.

Com o tema A dimensão social da evangelização na América Latina e no Caribe e o lema Uma Só Família, alimento para todos, o seminário, de acordo com Maria Cristina dos Anjos, Diretora Executiva Nacional da Cáritas Brasileira, irá responder ao desafio da Rede Cáritas na região em viver com entusiasmo e alegria o Evangelho da fraternidade e da justiça no tempo atual.

Como parte das mobilizações para a campanha mundial Uma família humana, pão e justiça para todas as pessoas, o seminário irá debater temas relacionados ao desenvolvimento, a segurança alimentar e a pobreza. Além de uma análise de conjuntura da realidade política e social da América Latina e da Igreja, grupos temáticos irão discutir tópicos como emergências e gestão de riscos, equidade entre mulheres e homens, juventude e comunicação. O seminário, conforme Maria Cristina, também será um momento de avaliação dos últimos quatro anos de caminhada da Rede Cáritas na América Latina e da construção de ações conjuntas para os próximos anos.

Para Maria Cristina dos Anjos, além das Cáritas presentes no Cone Sul poderem dialogar sobre os avanços e os desafios de cada país, a importância do seminário também se dá “quando criamos oportunidades de construção conjunta de ações”, tendo em vista a realização do Congresso Latino Americano e Caribenho que irá aprofundar as temáticas da fome, da pobreza e das desigualdades na região. “Nesse Colombianito vamos nos debruçar sobre as nossas realidades no Cone Sul”, comentou.

Neste sentido, a Rede Cáritas dá continuidade na construção e definição de propostas de ações para a campanha mundial Uma família humana, pão e justiça para todas as pessoas. “A campanha nos desafia a enfrentar a realidade de pobreza, de fome e de desigualdade que milhões de pessoas ainda sofrem. Ela nos dá a oportunidade de voltar o nosso olhar para os empobrecidos para construirmos propostas efetivas de mudança. Vivenciar e enfrentar essas realidades, é buscar viver verdadeiramente o projeto de Jesus Cristo”, salientou Cristina.

Participam das mesas de debates durante o evento, a filósofa e teóloga, Maristela Tezza; o mestre em Sociologia, especialista em Direitos Humanos e doutorando em Desenvolvimento Rural, Irio Luiz Conti; o pós doutor em Sociologia, Paulo Henrique Novaes Martins de Albuquerque; o assessor da Cáritas Brasileira Regional Minas Gerais, Márcio Adriano Lima; e o doutor em Antropologia e Sociologia Política, Alder Júlio Ferreira Calado. Também estará presente o bispo presidente da Cáritas América Latina e Caribe, dom José Luis Azuaje Ayala.

Nuestro Twitter